A cada temporada, antes do início do Campeonato Brasileiro, Ceará e Fortaleza têm sempre um calendário farto de competições, geralmente o Campeonato Cearense, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, com objetivos que nunca mudam: buscar os títulos estadual e regional, e ir avançar nas fases iniciais do mata-mata nacional.

E após a retomada do futebol, há 12 dias, ambos avançaram bastante nos dois primeiros objetivos, como Campeonato Cearense e Copa do Nordeste, estando vivos na luta pelos dois títulos. O período de retomada era sim complicado, pela inatividade de praticamente quatro meses e com jogos decisivos pela frente.

No Campeonato Cearense, os dois rivais disputarão o título pelo 3º ano seguido, com os dois jogos finais ainda sem data. Para chegar lá, o Fortaleza venceu o Guarany de Sobral, por 1 a 0, na Arena Castelão, após conquistar a melhor campanha da 2ª fase. Resultado decisivo e determinante foi a vitória sobre o Ceará, na última rodada, que garantiu vantagem de dois resultados iguais na final com o Vovô.

O Ceará, avançou em 2º lugar e encarou o Ferroviário, no Clássico da Paz, vencendo, por 1 a 0, também na Arena Castelão, em jogo difícil.

Já pelo torneio regional, a Copa do Nordeste, ambos estão nas quartas de final. Enquanto o Leão do Pici encara o Sport, às 16 horas do sábado (25), no Barradão, o Ceará enfrenta o Vitória, em Pituaçu, no mesmo dia e horário.

Na última rodada do Nordestão, o Tricolor venceu o América/RN, por 3 a 1, encerrando como líder de seu grupo. Já o Vovô, garantiu sua classificação na última quarta-feira, ao bater o CRB, por 2 a 1, e como 2º colocado. O detalhe é, que pela colocação dos dois, ambos podem se enfrentar já nas semifinais do Nordestão se avançarem.

Os 12 dias de trabalho foram proveitosos para o tricolor Rogério Ceni e o alvinegro Guto Ferreira. Enquanto Rogério utilizou ao máximo seu elenco, pondo em campo em quatro jogos mais de 20 jogadores e conquistando os resultados esperados, Guto vai aos poucos achando uma formação no Ceará, com a equipe já evoluindo em seu 4º jogo.

"Importante é estar na final, por três anos seguidos chegar à final. Perdemos o primeiro ano, diferença muito grande de um time pra outro, contra o Ceará, e nesse ano agora vamos decidir já numa condição mais parelha. Na Copa do Nordeste, é ir bem nas fases finais e buscar o título", disse Ceni, que ganhou o Cearense e o Nordestão em 2019.

"A expectativa é sempre de vencer. Sabemos que o rival está em um bom momento, mas temos condições de evoluir e disputar a final do Estadual de igual para igual. É hora de pensar que temos que nos firmar cada vez mais, amadurecermos como equipe para seguirmos firmes e ultrapassando etapas", disse o técnico do Ceará, Guto Ferreira.

Deixe seu Comentário